segunda-feira, 25 de maio de 2009

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Liberdade de Expressão: "Cálice"

"A música Cálice foi considerada subversiva pelos orgãos da ditadura militar, por isso mesmo sendo cantada com a letra modificada, o microfone do Chico Buarque foi desligado."

domingo, 3 de maio de 2009

The International



Um filme com um tema muito actual no UCI Cinemas.

sábado, 2 de maio de 2009

Corroios : concurso de fotografia

A Junta de Freguesia de Corroios lançou o 12º Concurso de Fotografia Corroios’2009 que tem por objectivos a busca valorativa da fotografia enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada e estímulo da criatividade daqueles que se dedicam, de forma profissional ou amadora, ao prazer de captar e fixar imagens.

O regulamento pode ser consultado no endereço http://cfotografia.jf-corroios.pt e os interessados em participar deverão enviar os seus trabalhos até 15 de Maio próximo.

Prólogo (Colectiva de Desenho) - Vila Real de Santo António

VRSA.XXI é um projecto com o objectivo de tornar acessível ao público de Vila Real de Stº.Antómio e aos visitantes da cidade a fruição de arte contemporânea, a Artadentro propõe a exposição Prólogo.

Esta mostra, apresentando obras de Ana André, António Sena, Catarina Rosa, Cristina Robalo, Diogo Pimentão, Gil Amorous, Isabel Baraona, João Queiroz, Jorge Queiroz, Manuel Baptista, Maria José Oliveira, Marta Caldas, Nuno Lorena, Paulo Serra, Tatiana Amaral e Thierry Simões, artistas em afirmação e consagrados, alguns algarvios, que escolheram esta disciplina como meio predominante de realização da sua obra, afigura-se-nos como a mais adequada a uma introdução à produção plástica contemporânea.

Retrovisor : Um álbum de família


No dia 4 de Maio de 2009 (Segunda-feira), pelas 17h30, no Café do Museu do Chiado acontece o lançamento do livro Retrovisor de Vera Futscher Pereira.

O livro encontra-se à venda no site da RCP Edições.

"O amor à família, o respeito pelo passado e a confiança no futuro são os principais argumentos da história da família Futscher Pereira, narrada com simplicidade e ternura.

É um testemunho despretensioso para a novas gerações, que permite revisitar o pretérito de um país, de uma sociedade e de tempos em que vidas comuns se cruzaram com os interesses do Estado e com os principais talentos da Literatura e das Artes, construindo uma linha, sem descontinuidade, que continua a percorrer o seu caminho.

A notoriedade pública de Vasco Futscher Pereira, diplomata e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, permite-nos descortinar o lado privado de uma família que girou pelo mundo ao ritmo dos interesses internacionais de Portugal e dos conflitos do século XX.

As fotos antigas, as imagens de países longínquos e das capitais europeias, os "Livros de Bebé", os artigos de opinião nos jornais, os documentos de Estado e os amigos, sempre os amigos, espraiam-se ao ritmo do tempo.

O legado é uma fotobiografia, a preto e branco e a cores, um contraste que torna presente a tristeza e o drama tal como a alegria e o sucesso, que surge naturalmente com a história de família."