quinta-feira, 29 de junho de 2006

Um ano de cinema(s) no KING

De 29 de Junho a 23 de Agosto são repostos os melhores filmes que estiveram em exibição. Acontece no KING, onde apesar do café/livraria se encontrarem fechados até dia 15 de Julho, o King decidiu dar uma segunda oportunidade por 3,50€ ou com o King Card a quem não tivesse visto estes filmes:

SESSÕES ÀS 14H, 16H30, 19H, 21H30
SEXTAS, SÁBADOS E DOMINGOS TAMBÉM 00H00

ASSINALADOS COM *** 14H, 17H45, 21H30

Contacto: 218480808
Perto da estação de metro Roma, ou da estação de comboios Roma-Areeiro.

A RAPARIGA SANTA, Lucrecia Martel
Quinta, 29 Junho

MARIA CHEIA DE GRAÇA, Joshua Marston
Sexta, 30 Junho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
ODETE, João Pedro Rodrigues
Sábado, 1 Julho

CLOSER - PERTO DEMAIS, Mike Nichols
Domingo, 2 Julho

VERA DRAKE, Mike Leigh
Segunda, 3 Julho

MILLION DOLLAR BABY - SONHOS VENCIDOS, Clint Eastwood
Quarta, 5 Julho

SIDEWAYS, Alexander Payne
Quinta, 6 Julho

O CÉU GIRA, Mercedes Alvarez
Sexta, 7 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
3 EXTREMOS, Park Chan-Wood, Takashi Miike e Fruit Chan
Sábado, 8 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
A QUEDA, HITLER E O FIM DO TERCEIRO REICH***, Olivier Hirschbiegel
Domingo, 9 Julho

QUERIDA FAMÍLIA, Dominic Harari e Teresa Pelegri
Segunda, 10 Julho

TEMPORADA DE PATOS, Fernando Eimbcke
Terça, 11 Julho

MONDOVINO***, Jonathan Nossiter
Quarta, 12 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
COLISÃO, Paul Haggis
Quinta, 13 Julho

SINAIS VERMELHOS, Cédric Kahn
Sexta, 14 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
9 SONGS - 9 CANÇÕES, Michael Winterbottom
Sábado, 15 Julho

CHARLIE E A FÁBRICA DE CHOCOLATE, Tim Burton
Domingo, 16 Junho

DE TANTO BATER O MEU CORAÇÃO PAROU, Jaques Audiard
Segunda, 17 Julho

MAR ADENTRO, Alejandro Amenábar
Terça, 18 Julho

OS PSICO DETECTIVES, David O. Russel
Quarta, 19 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
OS EDUKADORES, Hans Weingatner
Quinta, 20 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN, Ang Lee
Sexta, 21 Julho

OS IRMÃOS GRIMM, Terry Gilliam
Sábado, 22 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
ALICE, Marco Martins
Domingo, 23 Julho

O CASTELO ANDANTE, Hayao Miyazaki
Segunda, 24 Julho

LAST DAYS - ÚLTIMOS DIAS, Gus Van Sant
Terça, 25 Julho

AURORA, F. W. Murnau
Quarta, 26 Julho

REIS E RAINHA***, Arnaud Desplechin
Quinta, 27 Julho

A MARCHA DOS PINGUINS, Luc Jacquet
Sexta, 28 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
AS BONECAS RUSSAS, Cédric Klapisch
Sábado, 29 Julho

OLIVER TWIST, Roman Polanski
Domingo, 30 Julho

DOM QUIXOTE DE ORSON WELLES, Orson Welles
Segunda, 31 Julho

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
BROKEN FLOWERS - FLORES PARTIDAS, Jim Jarmusch
Terça, 1 Agosto

O FATALISTA, João Botelho
Quarta, 2 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
A NOIVA CADÁVER, Tim Burton
Quinta, 3 Agosto

SARABAND, Ingmar Bergman
Sexta, 4 Agosto

O PESADELO DE DARWIN, Hubert Sauper
Sábado, 5 Agosto

NADA A ESCONDER, Michael Haneke
Domingo, 6 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
MATCH POINT, Woody Allen
Segunda, 7 Agosto

ESPELHO MÁGICO***, Manoel de Oliveira
Terça, 8 Agosto

O LEOPARDO***, Luchino Visconti
Quarta, 9 Agosto

ELA ODEIA-ME***, Spike Lee
Quinta, 10 Agosto

TRÊS ENTERROS DE UM HOMEM, Tommy Lee Jones
Sexta, 11 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
TRANSAMERICA, Duncan Tucker
Sábado, 12 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
CAPOTE, Bennett Miller
Domingo, 13 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
SYRIANA, Stephen Gaghan
Segunda, 14 Agosto

COISA RUIM, Tiago Guedes e Frederico Serra
Terça, 15 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
MEMORIAS DE UMA GUEIXA***, Rob Marshall
Quarta, 16 Agosto

O MUNDO***, Jia Zhang Ke
Quinta, 17 Agosto

UMA HISTORIA DE VIOLÊNCIA, David Cronenberg
Sexta, 18 Agosto

WALK THE LINE, James Mangold
Sábado, 19 Agosto

NINGUÉM SABE***, Hirokazu Koreeda
Domingo, 20 Agosto

INFILTRADO, Spike Lee
Segunda, 21 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
LISBOETAS, Sergio Tréfaut
Terça, 22 Agosto

LOUCOS DE LISBOA ACONSELHA:
A CRIANÇA, Jean-Pierre e Luc Dardenne
Quarta, 23 Agosto

quarta-feira, 28 de junho de 2006

Regras da Atracção (em DVD)


Um filme com muitos fãs...




Bright Eyes - Lover I Dont Have To Love

I picked you out of a crowd and talked to you
I said I liked your shoes
You said, "Thanks, can I follow you?"
So it's up the stairs and out of view
And out of here, no prying eyes
I poured some wine
I asked your name, you asked the time

Now it's two o'clock
the club is closed and we're up the block
Your hands on me; I'm pressing hard against your jeans
Your tongue in my mouth, trying to keep the words from coming out
You didn't care to know who else may have been you before


I want a lover I don't have to love
I want a girl who's too sad to give a fuck
Where is the kid with the chemicals?
I thought he said to meet him here, but I'm not sure
I got the money if you've got the time
You said it feels good
I said, "I'll give it a try."


Then my mind went dark
we both forgot where your car was parked
Let's just take the train
I'll meet up with the band in the morning
Bad actors with bad habits
Some sad singers they just play tragic
and the phone's ringing and the van's leaving
Let's just keep touching; let's just keep, keep singing...

I want a lover I don't have to love
I want a boy who's so drunk he doesn't talk
And where's the kid with the chemicals?
I got a hunger and I can't seem to get full
I need some meaning I can memorize
The kind I have always seems to slip my mind


But you...
But you...
You write such pretty words
But life's no storybook
Love's an excuse to get hurt
and to hurt

Do you like to hurt?
I do, I do

then hurt me...

Klimt nos cinemas

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/1465/47/1600/Gustav-Klimt-1902.jpg” não pode ser mostrada, porque contém erros.

O filme Klimt está nos cinemas de Lisboa. Gustav Klimt é o artista retratado no filme, tratando-se de uma biografia cinematográfica.

Gustav Klimt nasceu em Viena, Áustria em 1862, e morreu em 1918. Começou como pintor de murais interiores de grandes edifícios públicos, no entanto, a sua obra demarca-se pela decoração em dourado e pelas posições eróticas das suas obras.

Klimt tem um estilo distinto, e enfatiza a liberdade da arte face ao tradicional.

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/1465/47/1600/juneklimt.jpg” não pode ser mostrada, porque contém erros.

Este quadro de Klimt, Portrait of Adele Bloch-Bauer é o mais caro do mundo. Foi vendido a um coleccionador privado este mês por 135 milhões de dólares.


terça-feira, 27 de junho de 2006

Les Roseaux Sauvages


Quatro jovens descobrem o seu corpo e respondem aos seus instintos perante traumas de uma guerra que decorre entre a França e a Argélia. à distância escutam na rádio as duas facções: morrem pessoas de ambos os lados.
Dos dois lados há experiências quer nos heterossexuais, quer nos homossexuais. Corpos que se cruzam atraídos pela descoberta de experiências intensas de descontracção. Tanto no sexo como na dor a realidade percorre o corpo. A virgem comunista e feminista, sufocada pelo sufoco da sua mãe, o frágil gay burguês, o bissexual humilde e pobre e o emigrante argelino desenquadrado a estudar em França são as quatro personagens que se cruzam, conectam-se e desconectam-se num filme de André Téchiné. Um filme francês, gay, bi, hetero que demarca-se pela positiva e sobretudo pela honestidade que transborda das personagens até ao espectador.

quarta-feira, 21 de junho de 2006

Gisberta


"Fevereiro de 2006, Gisberta Salce Júnior, transsexual brasileira a viver em extrema exclusão social na cidade portuguesa do Porto, foi torturada e violada com paus no ânus durante um período de três dias para depois ser atirada para um poço e deixada morrer numa obra abandonada.

Um grupo de 12 a 14 rapazes adolescentes, entre os 12 e os 16 anos, confessaram o crime. Os jovens viviam numa “instituição de Protecção de Menores” dirigida pela Igreja Católica.

Gisberta tinha uma saúde precária. Tinha HIV Positivo e tuberculose. Vivia nas ruas e prostituía-se para ganhar algum dinheiro.

Este crime teve cobertura enganosa da imprensa portuguesa. O poder judicial minimizou-o e o político ignorou-o. O engano abrangeu a tentativa de desumanizar Gisberta. A imprensa recusou a publicação da sua fotografia, fazendo eco da hierarquia da Igreja insinuando que ela teria assediado os rapazes, omitindo o facto de que ela era transsexual e ignorando as tomadas de posição públicas das organizações LGBT.."


UPDATE:
Um comunicado do CSM refere que as sessões do julgamento, com início a 03 de Julho, no Tribunal de Família e Menores do Porto, «irão decorrer com exclusão da publicidade», por decisão do tribunal que entendeu que a presença de público e de jornalistas seria «susceptível de afectar o equilíbrio psíquico e psicológico dos menores aquando dos seus depoimentos», bem como «a genuinidade na obtenção da prova».
A decisão daquele tribunal foi tomada após audição do Ministério Público (MP) e dos advogados dos menores alegadamente envolvidos na morte de um sem-abrigo brasileiro, que era transexual.
Apesar de as sessões de julgamento decorrerem à porta fechada, «a leitura da decisão é sempre pública», adianta o CSM, invocando um artigo da Lei Tutelar Educativa (LTE).(...)
A transexual Gisberta Salce Júnior morreu, em Fevereiro, na sequência de várias agressões cometidas por 14 jovens, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos. A vítima foi encontrada num poço de um edifício inacabado no Porto.
O relatório da autópsia apontou o afogamento como a causa de morte do sem-abrigo e transexual.

Dos 14 jovens alegadamente implicados, 12 estavam entregues às Oficinas de São José e ao Centro Juvenil da Campanhã.

PORTUGALDIARIO

Um fadinho com cheiro a Amália


Ai agradeço ao senhor!
A bela cona que me deu!
Tenho cona de rouxinol,
ninguém fode melhor do que eu!
E foderei até que a cona me doa,
Sou a maior fodelhona de Lisboa!
ABENÇOADA CONA!

Casino de Lisboa altera horário

Casino de Lisboa altera horário para dar resposta à enchente de jogadores. Em tempo de crise o Casino de Lisboa anuncia que está a ter excesso de jogadores para as máquinas disponíveis. Ora a medida é alargar o horário que até então era até às três da manhã, agora passará a ser até às quatro. Dizem os responsáveis pelo Casino que há hora do fecho as máquinas estão cheias de jogadores.

+ em Portugal Diário

terça-feira, 20 de junho de 2006

Odete


O filme Odete recebeu uma menção especial do 20º Festival Internacional de Cinema Gay e Lésbico de Milão.

Consulta Pública da UE sobre as experiências em animais

Está disponível um formulário para todos os cidadãos europeus participarem. Trata-se de uma consulta pública à directiva 86/609/EEC que visa promover a segurança dos animais nas experiências de laboratório.

Os resultados desta consulta pública são divulgados em Outubro

Inconscientes


Inconscientes, um filme em exibição no Monumental.

domingo, 11 de junho de 2006

Lisbon Village Festival


Lisbon Village Festival, realiza-se entre 21 de Junho a 25 de Junho, com sessões no Cinema S. Jorge, Teatro S. Luís, Teatro Maria Matos e Sala 4 do Vasco da Gama Shopping. Trata-se do primeiro festival de cinema digital europeu.


X Arraial Pride

O X Arraial Pride realiza-se na Praça da Figueira, no dia 24 de junho de 2006 entre as 18H e as 2H. Um arraial lésbico, hetero, transgénero, gay, e bi, ou seja, para todos, menos para os assexuados. «O Arraial Pride contará com a participação de stands da responsabilidade de 6 associações e colectivos LGBT e instituições de interesse social e humanitário e de 15 estabelecimentos LGBT ou LGBT-friendly (bares, discotecas e restaurantes).»

13 de Junho (terça) Fim da Feira do Livro


Está quase a acabar a feira do livro de Lisboa no Marquês de Pombal (Parque Eduardo VII). O horário é das 14 horas às 23 horas, aconselha-se a ida à noite.

Discotheater – a duracell show

http://photos1.blogger.com/blogger/8161/2003/1600/imprensa01.jpg
No âmbito do Festival Alkantara, o Teatro Praga, concebeu e apresentou o DISCOTHEATER - a duracell show. Durante seis horas, o Praga convida o público a entrar no mundo do sonho, onde o cliché é colocado à prova: Master of... Master of... Master of... O actor anuncia, e depois representa, fazendo tudo para ser o Master of... Trata-se de uma conjugação de simbolos com representações onde primeiro chega a escrita e o pensamento: a criação, para dar lugar à representação.

«Imagem de sonho: durante o espectáculo, cairão imensos copos por essas pistas fora, um deles manchará um vestido que cobre um corpo que não o previra. Essa pessoa pensará que preferiria ter nódoas negras espalhadas pelo corpo encobertas por um vestido imaculado.
No Discotheater sentir-nos-emos como se estivéssemos dentro de um sonho. Tivemos um sonho maravilhoso que mal nos atrevemos a pensar nele, pois temos medo de o ver desaparecer. Vamos contar-vos o nosso sonho matinal. E esperamos acordar ao mesmo tempo. Era assim que gostávamos que fosse.»

Festas Populares de Lisboa